Início > 3º ano 1/2011, Leituras e Releituras, Na estante > Pré-Modernismo: Urupês, Jeca Tatu, Monteiro Lobato

Pré-Modernismo: Urupês, Jeca Tatu, Monteiro Lobato

Monteiro Lobato em suas obras retrata o declínio da cultura cafeeira na região do Vale do Paraíba, interior de São Paulo. As fazendas abandonadas expeliam para as pequenas cidades uma população miserável, doente e sem alternativas de sobrevivência, que tem como símbolo o Jeca Tatu. Leia aqui o conto completo que dá título ao livro Urupês.

Capa da 1ª edição, na visão de Lobato a gente do interior seria comparável a uma planta parasita que vive à custa da seiva de uma árvore.

O cinema brasileiro também representou a figura da gente humilde do interior do Brasil, o melhor exemplo fica por conta dos filmes de Mazzaropi, que adaptou o conto de Lobato alcançando grande sucesso de crítica e de público.

Anúncios
  1. 10/04/2014 às 12:44

    Muito bom o blog, adorei. Muito interessante!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: